Veterinária orienta sobre as frutas que podem ser consumidas por cães

eterinária dá orientações sobre frutas que podem ser oferecidas aos cães — Foto: G1

G1 Rio Preto e Araçatuba

A alimentação natural vem ganhando espaço entre os cães e muitos tutores têm optado, por exemplo, por substituir petiscos industrializados por frutas. Mas é preciso ter atenção às orientações de especialistas para preservar a saúde dos bichinhos e evitar complicações.

Segundo a veterinária Elaine Cristina Gonçalves, de São José do Rio Preto (SP), a alimentação natural oferece benefícios por ser livre de conservantes, corantes, flavorizantes e aditivos artificiais.

A veterinária afirma que a maioria das frutas pode ser oferecida aos cães, exceto em casos de animais que tenham patologias específicas, como diabetes melitus, e sensibilidades gastrointestinais.

Confira exemplos de frutas que podem ser oferecidas aos cães:
Banana
Maçã
Morango
Mamão
Blueberry
Ameixa
Pêssego
Melão
Melancia
Kiwi
Abacaxi
Pera
Figo
Frutas ácidas, com caroços e que podem provocar intoxicação alimentar ou doenças não devem ser oferecidas. São exemplos a uva, o abacate e a carambola.

Veterinária dá orientações sobre frutas que podem ser oferecidas aos cães — Foto: Elaine Cristina Gonçalves
Veterinária dá orientações sobre frutas que podem ser oferecidas aos cães — Foto: Elaine Cristina Gonçalves

Em entrevista ao G1, a especialista explica que as frutas ajudam a reduzir o risco de alguns problemas de saúde, além de outras vantagens.

“A alimentação natural balanceada e as frutas aumentam naturalmente a imunidade dos animais e reduzem a formação de cálculos e infecções urinárias devido ao alto teor de umidade.”

“Essa alimentação, com destaque para as frutas, também ajuda a manter o peso e a massa magra dos bichinhos e oferece vitalidade e disposição. Além disso, é uma ótima opção de petisco e é refrescante em dias quentes”, completa Elaine.

Veterinária dá orientações sobre frutas que podem ser oferecidas aos cães — Foto: Instagram/Reprodução
Veterinária dá orientações sobre frutas que podem ser oferecidas aos cães — Foto: Instagram/Reprodução

Contudo, as frutas são indicadas apenas como petiscos e não substituem uma refeição.

“A base de qualquer alimentação, tanto ração pronta quanto alimentação natural, é formada por componentes como carboidratos, proteínas e fibras. Essa alimentação é calculada de acordo com a necessidade diária de cada animal. A fruta é apenas um petisco; ela não substitui a refeição porque não oferece os componentes necessários.”

A especialista também ressalta que um veterinário de confiança deve ser consultado em caso de mudanças na alimentação dos animais ou introdução de novos alimentos.