1ª morte pela variante delta da Covid-19 é confirmada em São Paulo

3D render of a medical background with Corona virus cells

Foi confirmada a primeira morte provocada pela variante Delta em São Paulo, na última terça-feira (31). A informação foi divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde de Piracicaba, interior do estado.

De acordo com a secretaria, a vítima é uma mulher de 74 anos, com comorbidade, já vacinada com duas doses do imunizante Coronavac.

A Vigilância Epidemiológica afirma que os casos são recentes. Os exames foram coletados entre 8 e 13 de agosto e os resultados divulgados nesta segunda (31) pelo Centro de Genômica Funcional do Departamento de Zootecnia da Esalq/USP, que integra a rede de sequenciamento de SARS-CoV-2 do Instituto Butantan.

A identificação ocorre via sequenciamento genético, segundo o governo. Manter os protocolos de segurança e acelerar cada vez mais a vacinação são as formas de conter a nova mutação. Pesquisas sobre a variante apontam que ela é muito mais transmissível e tem maior probabilidade de atacar o sistema imunológico, responsável pelas defesas do nosso organismo.

Fonte: G1